Trump quer ir a Jerusalém para inauguração da Embaixada dos EUA

"Nós vamos ter que construi-la (a embaixada) rapidamente", disse Trump a repórteres

Por Voz da América

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ao primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na segunda-feira (5) que poderá visitar seu país para a inauguração da embaixada norte-americana em Jerusalém, uma fonte de tensão em potenciais conversações de paz com os palestinos.

“Nós vamos ter que construi-la (a embaixada) rapidamente”, disse Trump a repórteres antes de começar a reunião com Netanyahu. “Estamos pensando em ir”, ele acrescentou… “Se puder, eu irei”.

Trump recebeu o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na segunda-feira (5) na Casa Branca, com quem ele conversou sobre uma frente comum contra o Irã, mas pouco fizeram para avançar com as estagnadas perspectivas de paz entre israelenses e palestinos.

A visita de Netanyahu a Washington ocorreu enquanto ele está no meio de uma investigação de corrupção que ameaça sua sobrevivência política. O primeiro-ministro foi interrogado em sua casa pela polícia na sexta-feira (2).

Ambos os líderes há muito tempo criticam o acordo com o Irã, citando sua limitada duração e o fato de que ele não abrange o programa de mísseis balísticos de Teerã ou seu apoio a militantes anti-israelenses na região.

 
Matérias Relacionadas