O valor da solidariedade cotidiana na vida de deficientes

"Se todos nós fizéssemos coisas assim todos os dias, poderíamos mudar o mundo".

Por Epoch Times

Foi um ato de bondade visto por quase um milhão de pessoas on-line, mas para essa comunidade em Minnesota, EUA, era um dia normal.

Uma mulher chamada Tina Eddy Mack, de Oakdale, Minnesota, foi recentemente à escola de cosmetologia do Instituto Aveda, com sua sobrinha, em Minneapolis. Mas quando um visitante inesperado entrou, Mack testemunhou algo que tocou-a profundamente.

“Enquanto eu estava esperando, um homem cego entrou pela porta e sentou-se”, escreveu no Facebook. “Poucos minutos depois, um guarda da segurança veio e chamou-o pelo nome (Jerry) e eles saíram juntos, com o braço do guarda de segurança em torno de Jerry”.

O guarda o acompanhou pelo outro lado da rua para chegar ao supermercado

Mack capturou a visão inspiradora em vídeo, e os moradores contaram-lhe a história por trás do evento.

Acontece que Jerry é cego e quase surdo. Ele tem problemas para andar, o que torna difícil para ele ter um cão-guia; assim, os moradores sempre se aproximam para guiá-lo pelas ruas, certificando-se de que ele possa fazer suas obrigações.

O guarda filmado na câmera era Mark Jara, da Allied Universal Security, que sempre está mais do que feliz em ajudar um vizinho necessitado.

“É muito difícil para Jerry ouvir”, disse Jara ao WCCO.

“Eu sinto que precisa de um pouco de ajuda”

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)
(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)

Mas, Jara é apenas um dos moradores que ajudam Jerry durante todo o dia. Uma vez que ele cruza a rua, os funcionários do supermercado Lund cuidam dele, e assim por diante.
Os funcionários locais, ao longo da sua rota, simplesmente o aceitam como sua responsabilidade habitual.

“É como uma coisa herdada, qualquer um que vem aqui sabe que pode ter que atravessar a rua com o Jerry”, disse Patty Liepold, do Instituto Aveda.

“É apenas uma parte disso. É a coisa certa a fazer “.

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)
(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)

Toda essa ajuda não é apenas dada ao próprio Jerry, que agradece muitíssimo a todas as pessoas que tiram de seu tempo para guiá-lo pela rua.
“Apenas agradeço a todos por me ajudarem”, disse ele.

“Eu preciso da sua ajuda, então muito obrigado”.

 

“Isso é enorme”, acrescentou sua esposa à WCCO, que também é cega. “O fato de as pessoas nos ajudarem significa muito”.

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)
(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)

“É ser amável em Minnesota”!

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)
(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)

Embora possa ser apenas uma rotina regular para esses residentes de Minneapolis, para uma estranha como Mack, foi realmente inspirador.
“Todo mundo se envolve e faz a sua parte”, disse ele. “Pareceu tão tocante para mim”.

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)
(WCCO ​​- CBS Minnesota / Captura de tela)

(WCCO ​​- CBS Minnesota / Screenshot)

Muitos também acharam as imagens comovedoras: desde que os vídeos foram publicados, sua publicação recebeu centenas de milhares de visitas.
Ela disse à CMCO que um comentário que recebeu de um estranho resumiu seus sentimentos depois de ver como essas pessoas estranhas se aproximam e ajudam Jerry:

“Se todos nós fizéssemos coisas assim todos os dias, poderíamos mudar o mundo”.

 
Matérias Relacionadas